Golfinho-rotador é espécie de destaque em Noronha

A quase 400 quilômetros da costa, Fernando de Noronha, no estado de Pernambuco, é um dos roteiros turísticos mais badalados do Nordeste brasileiro. Com suas praias deslumbrantes, o arquipélago atrai visitantes de quase todas as partes do mundo. Nas águas cristalinas, a vida se mostra em diversidade e beleza aos mergulhadores. São cerca de 200 espécies de peixes, entre outros habitantes. O mais famoso é o golfinho-rotador.

golfinho-saltar

O arquipélago é um oásis para o personagem que esbanja simpatia. Nas águas calmas e rasas de Noronha, o golfinho-rotador encontra tranquilidade e frequenta as ilhas praticamente todos os dias. Mas por que razão, o animal gosta tanto dessa região? As respostas para esta constatação podem estar na observação.

Há 25 anos, o oceanógrafo José Martins contribuiu para a criação do projeto Golfinho Rotador. Ainda hoje, a iniciativa tem a proposta de estudar a espécie e orientar o turismo local para a conservação das populações de golfinhos-rotadores.

O comportamento mais surpreendente e que caracteriza a espécie é observado fora da água. Os animais chegam a saltar a três metros de altura e girar até sete vezes no ar. Daí a razão de serem chamados “rotadores”. Para o oceanógrafo José Martins, a importância de entender a interação ecológica do golfinho-rotador permite compreender o ciclo de vida do animal e propor novas medidas para a conservação da espécie.

Fonte: Terra Gente – G1